Frases de Jean-Paul Sartre


Jean-Paul Sartre (1905-1980) foi filósofo, escritor e crítico francês, conhecido como o principal representante do existencialismo, e um dos pensadores mais famosos do século XX. Se destacou não apenas como filósofo, mas também como romancista, autor de peças teatrais e militante político. Em sua filosofia defendia que a existência humana precede a essência, pois o homem primeiro existe no mundo, para depois se definir.


"A existência precede a essência."

"O homem está condenado a ser livre."

"Cada homem deve inventar o seu caminho."

"A pior coisa do mal é nos acostumarmos a ele."

"O homem nada mais é do que aquilo que faz de si mesmo."

"A história nos determina ao mesmo tempo em que a fazemos."

"Viver é isto: ficar se equilibrando todo o tempo entre escolhas e consequências."

"Você é metade vítima e metade cúmplice, como todos os outros."

"Nasci para satisfazer a grande necessidade que eu tinha de mim mesmo."

"A gente se desfaz de uma neurose, mas não se cura de si próprio."

"Nenhum de nós pode se salvar sozinho. Temos de nos perder juntos, ou nos desembaraçar juntos."

"Nossa responsabilidade é muito maior do que poderíamos supor, porque ela engaja a humanidade inteira."
(em 'O existencialismo é um humanismo')

"A escolha livre que o homem faz de si mesmo se identifica absolutamente com o que se chama o seu destino."

"Se você sente tédio quando está sozinho é porque está em péssima companhia."

"O homem caracteriza-se acima de tudo por ser capaz de fazer e desfazer o que dele se fez."

"Um amor, uma carreira, uma revolução: outras tantas coisas que se começam sem saber como acabarão."

"O mais importante não é o que fizeram de mim, mas o que eu faço com o que fizeram de mim."

"O homem primeiramente existe, se descobre, surge no mundo; e só depois se define."

"Querem que seus personagens vivam? Façam-lhes livres. Não se trata de definir, menos ainda de explicar."

"Sou responsável por mim mesmo e por todos, e crio uma certa imagem do homem que eu escolho: escolhendo a mim, escolho o homem."
(em 'O existencialismo é um humanismo')

"Mesmo não sabendo o que queremos, ainda assim somos responsáveis pelo que somos."

"O homem não é senão o seu projeto, e só existe na medida em que se realiza."

"Nossa liberdade hoje não é nada mais que a livre escolha de lutar para nos tornarmos livres."
(em 'Situações')

"Só na medida em que cada homem se opõe ao Outro é que ele é absolutamente para-si (...). Fazendo oposição ao Outro, confrontando-se com ele, é que cada um assegura seu direito à individualidade."

"A escolha é possível, em certo sentido, porém o que não é possível é não escolher. Eu posso sempre escolher, mas devo estar ciente de que se não escolher, assim mesmo, estarei escolhendo."

“A ideia que jamais deixei de desenvolver é que ao fim das contas cada um é sempre responsável por aquilo que foi feito de si; mesmo se ele não puder fazer mais que assumir essa responsabilidade. Acho que um homem pode sempre fazer alguma coisa daquilo que fizeram dele."
Tecnologia do Blogger.